quinta-feira, 6 de março de 2008

Tempo Se Esgotando

Minha primeira semana como universitário vem chegando ao fim, e com ela, a percepção de como serão meus próximos quatro - seis, dez - anos: corridas contra o relógio. Acordar antes que a Ponte seja inundada por automóveis, estar na sala para a primeira aula de Bioquímica da semana, chegar em casa a tempo de ter um resquício de vida, dormir o suficiente para repetir esse ciclo. "Desgastante" é uma palavra que não capta todo o zelo que a esse calendário deve ser dispensado, e talvez para nenhum retorno. Só o futuro pode dizer se valerá a pena, mas por enquanto, amargo não ter tempo como antes para meus amigos, namorada, bandas, e mesmo estudos para a própria faculdade. Ao menos, o curso que atendo é de qualidade excepcional e do meu extremo gosto, ao passo que meus colegas (tanto veteranos quanto calouros) são todos muito simpáticos e divertidos; sem contar o estágio a partir do segundo período, e as inúmeras possibilidades de oferta de emprego oferecidas para formandos de graduação.
Esperemos a réplica do tempo.

- Ao som de: The Number Twelve Looks Like You - Category -

3 comentários:

Smokey Mcpot disse...

Minha primeira semana inteira foi só trote, nem teve aula...
Por um lado foi escroto pelas humilhações, mas por outro foi maneiro para caralho pelas experiêncioas novas e pelas novas amizades...

Caralho, o curso de Direito da UFF é foda.
O horário é totalmente vagabundo...
Nem comecei a estudar e já saí no meio do trote pra tomar cerveja com uns calouros e veteranos...

Ainda bem que eu fiquei em Niterói mesmo, ir pro Rio todo dia ia ser foda ¬¬

Anônimo disse...

Antes de mais nada vou abrir mão de me apresentar. Quem eu quero que entenda vai saber de quem é o comentário.

Acordei hoje pelas cinco, não propositalmente, pensei um pouco e comecei a escrever num daqueles bloquinhos amarelos que servem de avisos,

"Se esfacelou, nunca mais vou ter meus dois braços ao mesmo tempo." Veja bem. Havia escrito braço e perna, mas daí surge a dúvida. Quem é o braço e quem é a perna? Corrigi meu texto. Nem um dos dois é perna, ando por mim mesmo. "Vocês garotos pra mim são irmãos e, mais que isso, fazem parte de mim assim como fazem parte um do outro.

Então meus amigos parem de se automutilar! É antinatural e desprezível! Desde quando uma amizade apenas fragilizada passa a ser paz armada?

Lembro-me bem que um dizia: Se eu estiver com problemas ,onde quer que seja, ele viria para me ajudar. Já o outro com sua crença na amizade eterna, se quer precisava dizer, via-se pelos olhos."

Chego ao fim. Só quero dizer que sou imparcial, como sempre. Mas não acho que chegou na hora de dizer adeus.

P.S.: Pq sou sempre o último a saber?

Juliana Pedroso disse...

Rodrigo você é muito intelectual!
hIUAHUIhiauIUAHIUiuahIUHAIUHuiahiu...

OIN!!
auHAIUHiuahiHAIUHUihaiuHUIAHhuaihIUH...

Sacanagem. É que bateu ua saudade de ti e de angelo agora. Suas pessoas divertidas.

Bem, espero que você sobreviva ã esse período de adaptação neh. Boa sorte!

;***