segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Trabalho de Direitos Humanos

Tenho que fazer um seminário sobre Direitos Humanos em grupo para amanhã.
O seminário tem que durar 2 horas.
A minha parte, 25 minutos falando.
Ainda não pensei em nada para escrever, só que ninguém do meu grupo sabe disso.
Até porque eu faltei todas as reuniões de grupo, exceto a primeira.
Caralho, é amanhã, fodeu.
Pelo menos, aprendi uma coisa na primeira reunião.
Uma garota do meu grupo soltou uma pérola:

"Vocês não deviam baixar sua guarda perto do Saad. Ele tem essa cara de babaca, mas é muito mais inteligente do que a gente pensa."

Cheguei a 3 conclusões com essa frase:

1 - As pessoas pensam que eu sou inteligente. Mas eu sou muito mais inteligente do que elas pensam que eu sou. E quando elas pensam no quanto eu sou mais inteligente do que elas pensavam, isso faz com que eu fique mais inteligente ainda, pois eu seria mais inteligente do que aquilo que eles iriam pensar.
2 - Ou então todo mundo acha que eu sou retardado e a garota estava me defendendo do grupo.
3 - Eu tenho essa cara de babaca

(Tá bom, eu faço a cara de babaca de propósito pras pessoas acharem que eu sou burro e me substimarem para serem pegas de surpresa, eu admito. Isso me torna alguma espécie de anormal?)

Caralho, o trabalho é pra amanhã. Fodeu denovo.

4 comentários:

Aline Rosa disse...

(Tá bom, eu faço a cara de babaca de propósito pras pessoas acharem que eu sou burro e me substimarem para serem pegas de surpresa, eu admito. Isso me torna alguma espécie de anormal?)

Faz de você um crápula, que abuso!
Que conste aqui que eu faço parte do grupo de DH dessa boa alma --'

Don Juan aux Enfers disse...

Você é assim mesmo estranho kra? HUAHHUAHUAHU

Oráculo disse...

Tudo bem, você tem essa cara de babaca, mas ainda é um amor de pessoa.

Vinícius disse...

Timing & Surpresa são a chave do sucesso.