quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Interlúdio

Três horas da manhã, e eu ainda estou acordado, sem qualquer sono -
insônia.
Meu corpo inteiro dói, e eu mal consigo me levantar dessa cadeira -
doença.
Estamos em Dezembro, eu espero me trazerem o que eu quero -
covardia.
Está chovendo, e o romance está morto, afogado na tempestade -
desapontamento.
Eu não sei o que tá havendo comigo, mas seja lá o que for, está errado -
esperança.
Acordar no pior dia da minha vida, acordar beirando a reta final -
ansiedade.
Dormir mergulhado em águas doces e quentes, simplesmente não dormir -
medo.
Um novo começo, o último final -
crescendos, aplauso, verde, dourado.

- Ao som de: Parkway Drive - It's Hard To Speak Without A Tongue -

2 comentários:

Symphony of Iluvatar disse...

Hum... Final bem espontâneo, surpreendente eu diria.


Bah, comentário de revista de moda. Nego parece que nao tem o que dizer. HUAuh uma coisa é certa, o sono foi durmir e eu fiquei aqui na mesa, desgraçado.

Lady Trash disse...

eu tou na mesma.
e ainda tou mega nervosa com a bosta do resultado da uff.

aaah sim
me mantenho acordada até a tv acordar minha mãe
ai...